Em entrevista à FOX Sports Rádio, o presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello disse que o clube dá todo apoio ao atleta e acompanha de perto o recurso dele perante à Fifa. Em seguida, destacou que tem interesse em ter o atleta no elenco após a suspensão, porém, irá rever o acordo contratual com o jogador e seus procuradores.

“A posição é de apoio ao jogador. Estamos acompanhando o recurso dele junto à Fifa. Temos todo interesse em ficar com o Guerrero. Detalhes da relação contratual, só cabe a nós, jogador e procuradores. Vamos procurar uma situação que seja boa para todo mundo” -, disse Bandeira na entrevista.

O Flamengo perdeu um de seus maiores nomes quando se trata de ataque. O peruano Paolo Guerrero deu positivo para a substância benzoilecgonina e acabou recebendo suspensão de um ano, pela Fifa. Deste então, a renovação do jogador com o Mais Querido (que estava bem encaminhada) se tornou uma grande dúvida.

Contratado em meados de 2015, o atacante Paolo Guerrero foi o primeiro reforço de ‘quilate de seleção’ do Flamengo, chegando para ser a solução dos problemas ofensivos do Mais Querido. Em 2017, o centroavante chegou à sua melhor marca de gols da carreira: 20 em uma temporada.

LEIA MAIS:  Amir Somoggi: “Gestão do Flamengo na marca do pênalti”