Na tarde desta sexta (17), o Diretor de Futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, surpreendeu a imprensa ao conceder entrevista coletiva pós-treino no Ninho do Urubu, pois geralmente isto é feito por jogadores.

Dentre os temas tratados pelo dirigente, esteve a sua permanência na diretoria do rubro-negro, que passou a ser bastante questionada por conta dos resultados abaixo do esperado após os altos investimentos e planejamentos realizados.

– Natural que quando os resultados não saem avaliem os profissionais por isso. Não tive nenhuma conversa nesse sentido com as pessoas que estão acima de mim. Tenho compromisso com o Fla até o ano que vem. Tenho 15 anos na profissão e sempre cumpri meu contrato. Mas o clube tem direito de demitir. Nunca conversei com outro clube com contrato. Preocupação é que o Flamengo volte aos trilhos. Sinceramente não estou preocupado com a minha vida profissional nesse momento. Nos bastidores você sabe as questões que antecedem eleições. Meu desejo não é agradar grupos, mas o Flamengo teve momentos bons, mas expectativa alta que não se traduziu em títulos. – afirmou Caetano.

O gestor está no Flamengo desde dezembro de 2014, e desde sua contratação, o clube não conquistou nenhum título nacional ou internacional. Além disso, algumas contratações feitas sob seu comando não tiveram o retorno esperado, levando parte da torcida a crer que ele não deve seguir no Mais Querido.

LEIA MAIS:  Jô x Dourado: artilharia em jogo na noite em que o Corinthians buscará o hepta