São Paulo de 2007 – O segundo da série de três títulos consecutivos veio com quatro rodadas de antecedência, quando o tricolor atingiu 73 pontos, abrindo 15 para o segundo colocado, o Santos. No final, o São Paulo fechou o Brasileirão com 77 pontos e manteve a diferença dos rivais paulistas. Algumas estrelas do elenco: Miranda, Richarlison, Jorge Wagner, Borges, Dagoberto e, claro, Rogério Ceni.

Cruzeiro de 2013 – a primeira conquista do bicampeonato da raposa sob o comando de Marcelo Oliveira também aconteceu a quatro rodadas do fim. Na ocasião, os mineiros anotaram 74 pontos, com 16 de diferença para o então vice-líder, o Atlético-PR. O Cruzeiro finalizou o campeonato com 76, 11 à frente do Grêmio. Entre os campeões estavam Júlio Baptista, Dedé, Léo, Tinga, Ricardo Goulart, William “Bigode” e Ewerton Ribeiro.

Fluminense de 2012 – a última conquista nacional do tricolor das Laranjeiras veio após vitória contra o Palmeiras por 3 a 2 em Presidente Prudente, com três rodadas para o término do Brasileirão. O Flu terminou aquela edição com 77 pontos, cinco a mais que o Galo, vice-campeão. Diego Cavalieri, Jean, Fred, Thiago Neves, Gum e Wellington Nem foram alguns dos nomes daquele título.

Corinthians de 2015 – O hexacampeonato brasileiro veio após um empate por 1 a 1 contra o Vasco, com três rodadas para o término do Brasileirão. A equipe de Tite acabou a competição com 81 pontos, 12 a mais que o Atlético-MG, que ficou com o vice. Alguns nomes do Timão daquele título: Felipe, Gil, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Elias, além do goleiro Cássio.

Cruzeiro de 2003 – a primeira edição do Brasileiro por pontos corridos reuniu 24 clubes, portanto, cada time atuou em 46 rodadas. A raposa, que levou a tríplice coroa naquela temporada (Estadual, Copa do Brasil e Brasileirão), conquistou o título com duas rodas de antecedência. O time de Luxemburgo anotou 100 pontos e marcou incríveis 102 gols. Nomes daquele time: o goleiro Gomes, Cris, Edu Dracena, Sorín, Alex, Maldonado e Aristizábal.

São Paulo de 2006 – o primeiro título do tricampeonato nacional veio com duas rodadas de antecedência – num empate por 1 a 1 contra o Atlético-PR, em pleno Morumbi lotado (mais de 68 mil pessoas). Aquele time de Muricy Ramalho fechou o torneio com 78 pontos, nove a mais que o Internacional, o segundo colocado. Entre alguns nomes daquele time estavam Ilsinho, Fabão, Alex Silva, Júnior, Mineiro, Josué, Leandro e Aloísio.

Cruzeiro de 2014 – no segundo título nacional da raposa na era de Marcelo Oliveira, a conquista veio com duas rodadas para o fim ao vencer o Goiás por 2 a 1. O Cruzeiro terminou com 80 pontos, 10 a mais que o São Paulo, o segundo colocado. Nomes como Mayke, Egídio, Lucas Silva e Marcelo Moreno fizeram parte daquele time.

LEIA MAIS:  Veja o que Ganso falou sobre Arana: