Um destaque da briga entre Vizeu e Rhodolfo que pode ser considerado positivo pelo Flamengo, foi a atuação do goleiro Diego Alves em toda confusão. Além de conter o zagueiro e impedir que as coisas ficassem piores, a entrevista do camisa 1 após a partida também minimizou o caso.

Ele argumentou que não havia sido a primeira e nem a última vez que dois companheiros de equipe se desentendiam em campo. Todas essas atitudes observadas no recém contratado, são reflexos da liderança que ele rapidamente passou a ter no elenco rubro-negro.

Diego Alves foi o último reforço do time para a atual temporada. Chegou em julho, vindo do Valencia e após ter suas redes sociais invadidas por rubro-negros. Fato importante da transação, foi que o jogador demonstrou muito interesse para acertar sua transferência, inclusive entrando em contanto com gestores rubro-negros. Só isso já mostrou que levaria a sério o compromisso com o Mais Querido. Passados cerca de quatro meses e algumas crises, a relação vem se tornando ainda mais sólida.

Em campo, ele usou sua experiência a favor do time já nas primeiras partidas. Era comum que, durante momentos de pressão dos adversários, fizesse sinal de calma para os companheiros e retardasse o reinício das partidas a fim de que os jogadores se reposicionassem em campo. Mas também soube ser duro. Após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, em São Paulo, o goleiro declarou que os adversários ganhavam do time rubro-negro com “muito pouco” e cobrou concentração.

Sem contar que além de toda essa liderança de extrema importância em momentos de crise, Diego Alves também representa um ganho do ponto de vista técnico. Essa posição estava precisando de uma mudança há muito tempo no clube. Cerca de dois meses atrás, o Flamengo perdeu nos pênaltis a final da Copa do Brasil após uma atuação desastrosa de Alex Muralha. Caso o atual titular da posição estivesse em campo, o Mengão ao menos teria tido chances diante do Cruzeiro.

LEIA MAIS:  Afastado por doping, Guerrero volta a sorrir em registro feito pela namorada; Veja: