Neymar foi às lágrimas na última sexta-feira quando foi questionado sobre seus possíveis problemas com Cavani e Unai Emery e acabou defendido pelo técnico Tite, mas esse não foi o único momento mais emocionado do craque brasileiro.

De acordo com o jornalista Marcos López, que possui um blog no Marca e trabalha em outros veículos de comunicação espanhóis, o camisa 10 também chorou em uma reunião com o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, pedindo para que ele barrasse sua ida ao Paris Saint-Germain, no início da última temporada.

Ainda segundo o blogueiro, em sua última visita aos ex-companheiros de Barça, Neymar teria pedido para que o recontratassem e dito que gostaria de voltar.

Além disso, López garante que não há nenhum negociação do ex-santista em curso com o Real Madrid.

“O clube blanco sempre está atento aos melhores, ainda mais quando trata-se de Neymar. No entanto, não há nada de nada”. Como ele não tem uma multa contratual estipulada em seu contrato, “centenas de coisas têm de entrar em cena para que vá para o Real”, prosseguiu.

No início de agosto deste ano, Neymar tornou-se o jogador mais caro da história do futebol ao ser contratado por 222 milhões de euros (R$ 821 milhões, à época).

Uma série de problemas, porém, foram noticiados por jornais tanto espanhóis, como franceses. Há cerca de uma semana, o L’Équipe garantiu que existia um “abismo” na relação entre o atacante e Emery. Antes da partida contra o Anderlecht, pela Uefa Champions League, uma reunião entre Neymar e o técnico espanhol foi marcada, mas nada que tenha amenizado a situação no momento.

Com 32 pontos em 12 partidas, o PSG ocupa a liderança do Campeonato Francês, quatro pontos a mais em relação ao vice-líder, Monaco. Na próxima rodada, enfrenta o Nantes, no Estádio Parc des Princes, às 14h (de Brasília).

LEIA MAIS:  Fifa divulga ranking com as 50 maiores torcidas do Mundo