Opinião: especialistas cearenses comentam sobre o futuro de Magno Alves
Três jornalistas cearenses comentam sobre as possibilidades para o Magnata

Ao GloboEsporte.com/ce, o empresário do atacante Magno Alves, Maurício Nassif, declarou que divulgaria nesta segunda-feira (25) o destino do jogador. Na temporada 2017, o atacante foi destaque com a camisa alvinegra, sendo artilheiro do time, marcando 10 gols. Ainda neste ano, ele chegou ao gol de número 100 pelo Vovô e se tornou o 6º maior artilheiro da história do clube. O contrato de Magnata termina do dia 31 de dezembro de 2017. Para o jornalista Antero Neto, da Rádio Verdes Mares e da TV Diário, a decisão do Ceará é simples de ser entendida, mas não é fácil de ser solucionada.

– Entendo os dois lados, o Ceará tem todo o direito de não renovar com o atleta, entendendo que ele não se encaixa no projeto do clube. O Magno Alves também tem todo o direito, já que ele queria continuar jogando e jogando no time. Mas acho que o tratamento com jogadores como o Magno, consagrados, ídolos da torcida, teria de ser diferenciado, merecia um tratamento mais claro, o Ceará poderia ter chegado com antecedência e conversado, solucionado rapidamente, com agilidade. Mas entendo que a diretoria trata todos os jogadores de forma igual – afirma.
Com 220 partidas disputadas e 103 gols marcados, essa foi a terceira passagem de Magno Alves pelo Vozão. Sobre o futuro do Magnata e a possibilidade de atuar em outros clubes ou encaminhar a aposentadoria, Antero comenta.
– É difícil opinar sobre o que outra pessoa deveria fazer, mas vendo os resultados e o tempo em campo do Magno, se eu estivesse no lugar dele pensaria em começar a encaminhar minha aposentadoria, ou, como sabemos o quanto é doloroso e difícil para um jogador parar de jogar, se optasse por continuar iria procurar jogar de outra forma de atuar, mais centralizado – ressalta.

Ceará x Ferroviário Campeonato Cearense Arena Castelão Magno Alves (Foto: Thiago Gadelha/Agência Diário) Ceará x Ferroviário Campeonato Cearense Arena Castelão Magno Alves (Foto: Thiago Gadelha/Agência Diário)
Ceará x Ferroviário Campeonato Cearense Arena Castelão Magno Alves (Foto: Thiago Gadelha/Agência Diário)
Para o Kaio Cézar, do Globo Esporte, é natural que, com a idade, o rendimento e as possibilidades para o atleta caiam.
– Seria muita presunção de minha parte dizer o momento de alguém parar. Quem sabe – ou não – é o próprio atleta. O que eu vejo, no entanto, é que Magno Alves vem numa curva decrescente. E isso é absolutamente natural num atleta da idade dele. Por mais que Magno Alves fale que tem muito a dar, o futebol é implacável. A idade pesa e o espaço em grandes clubes diminui – explica.
Aos 41 anos, o atleta tem uma carreira vasta com passagens em grandes times como o Atlético-MG e o Fluminense. Para Vladimir Marques, do Diário do Nordeste, o atacante ainda tem muito para mostrar em campo.
– O Magno Alves ainda tem futebol para mostrar na Série B e até Série A, sendo bem aproveitado e com um planejamento especifico, pela maratona que são os calendários das duas divisões. A trajetória dele diz tudo, pelos times que jogou, gols que fez e técnica acima da média.

LEIA MAIS:  Em rede social, Diego Tardelli responde repórter que o colocou na mira do Flamengo

Sobre a possibilidade de se despedir dos campos com a camisa do Ceará, o jornalista comenta.

– O Magno mesmo disse em entrevista para a TV Diário que se sente bem, em jogar 90 minutos, e o jogador que conhece os limites do corpo dele, almejando jogar por mais dois anos. Por isso é difícil especular se ele deveria ter feito um jogo de despedida contra o ABC, por exemplo. Claro que ele sairia por cima, com festa da torcida, 57 mil no Castelão, mas se aposentar é um ato muito particular do jogador, uma essa decisão tão delicada, por isso cabe apenas a ele ter decidido isso ou não – completa.
Sem expectativa de renovação com o Vovô ou contratação com o Leão ou o Ferrão, o empresário do jogador, Maurício Nassif, deve anunciar o futuro de Magno nessa segunda-feira (25).