Abatido, o técnico do Flamengo, Reinaldo Rueda, foi para a entrevista coletiva sem ter muito o que explicar. O treinador lamentou mais uma derrota fora de casa, em nova partida ruim do time. O Coritiba venceu por 1 a 0 – gol de Cleber – e deixou o time rubro-negro na sétima posição, a seis pontos do G-4.

O treinador parecia frustrado após a partida. Rueda comentou as falhas na bola parada – foi como saiu o gol de Cleber, em disputa de bola com Juan.

– Não tem palavra para explicar (a derrota). Isso resume toda a situação do placar de hoje. Tem a virtude do rival, que se fecha. Mas, infelizmente, não conseguimos o resultado como visitante – disse Rueda

Virou rotina. Nos últimos jogos do Flamengo, o técnico Reinaldo Rueda tem dificuldades para falar sobre o mau momento da equipe. Não foi diferente após a derrota por 1 a 0 para o Coritiba, nesta quinta-feira (16), no Couto Pereira. O Rubro-negro perdeu três dos últimos quatro compromissos pelo Campeonato Brasileiro.

“Não tem explicação. Tudo passa pela realidade, pelo momento de cada um dos jogadores e da equipe. É difícil explicar o que estamos vivendo. É uma realidade que precisamos acertar”, afirmou.

Com 50 pontos, o Flamengo está na 7ª posição e colocou em risco até uma vaga na pré-Libertadores via Brasileirão. Dependendo dos resultados da próxima rodada, o time pode até cair para o 10º lugar.

Para completar, o Rubro-negro não terá Renê, Lucas Paquetá e Vinicius Júnior. Todos estão suspensos e não enfrentam o heptacampeão Corinthians, domingo (19), às 17h (de Brasília), na Ilha do Urubu. O meia Everton sentiu dores na coxa esquerda e será reavaliado.

“Se complicou a situação com os jogadores que perdemos pelos cartões e a lesão do Everton. Não há muitas alternativas. É preciso exigência máxima para quem assumir as responsabilidades. Nos resta buscar o caminho para reagir e somar três pontos”, encerrou.

LEIA MAIS:  Jornalista diz que Adriano não combina com profissionalismo e que Fla não o quer; Veja: