Tudo indica que o goleiro Jean será sim reforço do São Paulo em 2018. Nesta segunda-feira, o ​globoesporte.com noticiou que o clube paulista já tem uma acordo encaminhado com o Bahia para a transferência do jogador.

Atualização: já assisti os momentos do goleiro Jean em 17 jogos desse Campeonato Brasileiro. O que mais fica notório é que definitivamente ainda está melhorando na saída na bola cruzada na área, é sua maior falha. Em especial se o cruzamento vem mais próximo da primeira trave.

O anúncio oficial, no entanto, deve acontecer somente em dezembro. Como o tricolor baiano tem eleições presidenciais se aproximando, o atual mandatário, Marcelo Sant’Ana, optou por não assinar negociações que interfiram diretamente na gestão seguinte. O São Paulo entrou em acordo com o Bahia para contratar o goleiro Jean. Os clubes definiram valores, porém a transação será oficializada apenas em dezembro, após a eleição para a presidência do clube de Salvador. Destaque neste Campeonato Brasileiro, o arqueiro tem contrato com o Bahia até o fim de 2019 e está avaliado em R$ 15 milhões. Como o Bahia é dono de 70% dos direitos, deve receber cerca de R$ 10 milhões – porém, esse valor pode ser diminuído com algum atleta cedido pelo São Paulo.

No elenco atual, o Tricolor paulista conta com Sidão, Denis e Renan Ribeiro – sendo que os dois últimos não devem permanecer no Morumbi em 2018. Como publicou o Globoesporte.com e confirmou a reportagem do UOL, Jean sempre foi visto como o nome preferido pelo departamento de futebol do Tricolor paulista.

Em outros momentos, Jean ainda teria sido sondado por Manchester City, da Inglaterra, Porto e Benfica, ambos de Portugal. Antes dele, a diretoria paulista chegou cogitar a contratação de Walter, do Corinthians, e do argentino Franco Armani. Aos 22 anos, Jean tem 54 partidas neste ano, quando se firmou como titular, e outros 20 nas duas últimas temporadas. No Campeonato Brasileiro, Jean atuou nas 36 rodadas disputadas até aqui e sofreu 46 gols.

 

 

LEIA MAIS:  Rueda deve permanecer no Fla; Chile se aproxima de outro treinador