Tricolor paulista já se livrou do perigo do rebaixamento e terá mudanças para a partida diante do coxa

False332186

Em relação ao time que empatou sem gols com o Botafogo, o São Paulo pode ter até cinco mudanças para a partida contra o Coritiba, no próximo domingo (26 de novembro), no Estádio Couto Pereira, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O número elevado de alterações, contudo, nada tem a ver com o jejum da equipe, que não vence há quatro jogos.

Após cumprirem suspensão no empate sem gols diante do Botafogo, no último domingo, o zagueiro Arboleda e o meia Hernanes voltarão a ficar à disposição para o duelo com o time curitibano. Assim, Bruno Alves e Shaylon deverão retornar ao banco de reservas.

Outro que que tende a reforçar o time titular do Tricolor é Christian Cueva. O atraso em sua reapresentação após disputar a repescagem da Copa do Mundo de 2018 pelo Peru deverá culminar com uma multa em seu salário, mas não em um afastamento da equipe. Lucas Fernandes, que não substituiu o camisa 10 à altura frente aos cariocas, não deve seguir entre os 11 iniciais, portanto.

A maior dúvida na cabeça do técnico Dorival Júnior, contudo, se refere ao jogador que terá a incumbência de assumir a vaga do volante Petros, que levou o terceiro cartão amarelo na partida contra o Botafogo.

A tendência é que o treinador lance mão de um atleta cujas características sejam semelhantes às do camisa 6, que tem responsabilidades defensivas, mas que aparece como elemento surpresa na frente. O jovem volante Araruna, improvisado na lateral direita recentemente, se encaixa nesse perfil e larga na frente.

Já o argentino Jonatan Gomez, que nem sequer foi relacionado para o jogo de domingo por conta de dores no joelho direito, depende da liberação do departamento médico para entrar na disputa. O meio-campista Thomaz aparece como franco-atirador na briga pela vaga. Outra opção de Dorival seria utilizar Éder Militão como primeiro volante, adiantar Jucilei e colocar Araruna na lateral direita.

A quinta e última mudança pode acontecer no ataque. Lucas Pratto deixou o embate com o Botafogo com dores na coxa direita e iniciou o tratamento no CCT da Barra Funda na segunda-feira. Para tratar da lesão, o argentino pode nem treinar durante a semana. Nesse caso, Gilberto é o favorito a substituí-lo.

As dúvidas poderão começar a ser esclarecidas na tarde desta terça-feira (21), quando o elenco tricolor se reapresentará, no CCT da Barra Funda. A duas rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o São Paulo ocupa o 13º lugar, com 46 pontos, e não corre mais riscos de ser rebaixado.

LEIA MAIS:  Mesmo com mãe enferma, Rueda quer cumprir contrato com o Flamengo