Um torcedor encontrou Alex Muralha, do Flamengo, no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro e gravou um vídeo falando com o jogador. Após elogiá-lo e dizer algumas palavras de incentivo, uma brincadeira no final não agradou muito o goleiro.

A temporada 2017 não foi boa para o Mais Querido, mas em especial para alguns jogadores. Entre os vários contestados no elenco rubro-negro, Muralha foi o que mais ouviu protestos da torcida. Após falhar em diversas ocasiões, o atleta perdeu a vaga de titular duas vezes na temporada. Confira o vídeo do torcedor:

O arqueiro tem seu futuro indefinido. Ele mesmo já disse que cogita a saída do clube da Gávea, mas que pretende voltar e mostrar ser capaz de defender as cores vermelho e preto. Em algumas entrevistas o jogador declarou que seu empresário está avaliando a melhor possibilidade para 2018.

Algumas matérias no site Coluna do Flamengo apontaram que Muralha pode estar de saída para o futebol japonês ou mexicano. São os dois destinos mais prováveis do atleta, que possui grandes chances de não seguir no Rubro-Negro em 2018.

  • Muralha fala sobre provável saída, mas já projeta retorno ao Fla: “Quero me recuperar”
  • Alex Muralha conversou com o comentarista Walter Casagrande, no quadro Casão FC, do programa Esporte Espetacular, da TV Globo. O goleiro falou sobre seu futuro, as críticas da torcida, sua má fase e alguns outros temas.

    Ele comentou que todas as polêmicas afetaram muita sua família e que sua mãe precisou até mesmo tomar remédios para dormir. Chegou um momento em que ele mesmo duvidava do seu potencial.

    Alex também falou sobre o momento que mais te entristeceu: quando ele viu na capa do jornal Extra que não o chamariam mais de Muralha. Já o momento mais feliz foi quando foi convocado para a Seleção Brasileira.

    O goleiro finalizou com comentários sobre seu futuro. Disse que não sabe se continua no Fla mas, caso saia, quer voltar e ser grande novamente dentro do clube.

    “Não sei se ano que vem eu continuo aqui porque ainda tenho contrato. Mas, se eu sair eu quero voltar pra cá e mostrar quem realmente eu sou. Não quero ficar com essa imagem, não quero que ninguém fique com pena de mim, eu tenho saúde e Deus me abençoou porque não tive nenhuma lesão séria. Quero me recuperar e quero ser grande novamente dentro do Flamengo.”

    LEIA MAIS:  R$ 510 milhões em nove meses: em ano decepcionante em campo, Flamengo bate recorde de receita